Publicidade

Publicidade
31/07/2008 - 07:40

O calção vai ao escritório

Compartilhe: Twitter

No New York Times de hoje, caderno de Estilo, uma matéria sobre “shorts para usar no trabalho”. Dizem que está (ou vai estar) na moda. Neste link, uma galeria de fotos com vários exemplos para você escolher (fotos de desfiles e de situações reais de escritório, lá nos Estados Unidos).

Autor: - Categoria(s): Comportamento, Moda, negócios Tags:

Ver todas as notas

7 comentários para “O calção vai ao escritório”

  1. Pedro de Oliveira disse:

    Ta aparecendo o joelho! aueueiahui parei

  2. Eraldo Ferreira disse:

    Para trabalhar eu creio que não vai emplacar, mas vai dar um novo fôlego para o uso da bermuda. Gostei…

  3. Roberto disse:

    Sem dúvida alguma, uma idéia polêmica.
    Tomara que o bom senso prevaleça entre os adeptos, afinal homem barrigudo que tem pernas finas e desproporcionais ou aqueles tipo rã, que passam duas horas por dia na musculação malhando só braços e tronco, devem ficar ridículos de paletó com calção….
    Porém, os que tem as coxas bem torneadas, tipo jogador de futebol, vão proporcionar muito prazer visual exibindo as pernas.
    Enfim, vamos esperar pra ver…

  4. RICRDO DE SOUZA disse:

    PELO VISTO A MAIORIA NAOTEM FISICO PRA SE EXIBIR, NO ESCRITORIO DE SHORT. AJA VISTA AS FOTOS DA REPORTAGEM. MAS A IDEIA É BOA. LIBERTA OS HOMENS DA OBRIGAÇÃO DA CALÇA, SO FALTA MESMO TIRAR A GRAVATA.

  5. Vanderlei Santos disse:

    Acho sensaciona chega de tanta formalidade não é isso usando uma calça social e uma gravata ( alias tem muita gente que usa terno e gravata que não tem nenhum escrupulo que vai mostrar o carater e profissionalismo das pessoas.
    Estamos no seculo XXI.

  6. Carlos disse:

    O camarada de “terninho cinza” esta ridículo. Me desculpem mais vocês não foram felizes nesta reportagem horrorosa.

  7. Isso é uma piada… Uma tremenda de uma brincadeira de péssimo gosto. Juro que se encontrar alguém com um fugurino deste, parou, dou risada e imagino que possa ser uma pegadinha!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo