Publicidade

Publicidade

Arquivo da Categoria sociedade

27/01/2009 - 06:21

“Bullying” é a verdadeira ameaça

Compartilhe: Twitter

Saiu no Los Angeles Times: a Universidade de Harvard descobriu que são as atitudes agressivas – intencionais e repetidas – (o que os americanos chamam de “bullying”) o grande risco para as crianças e adolescentes, e não a internet. Com a tarefa de encontrar e mensurar a magnitude dos perigos da internet na vida das crianças e adolescentes contemporâneos, uma equipe de Harvard descobriu que o “bullying” na vida cotidiana aparece com mais frequência e é bem mais prejudicial do que os riscos presentes no mundo online. Leia a matéria. Quem tiver interesse pode ler o relatório completo realizado pelo Berkman Center for Internet & Society da Harvard University. A mais recente edição da Revista da Semana também tratou do assunto citando esta matéria da Technology Review.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sociedade Tags:
11/12/2008 - 06:48

Todo mundo merece um teto

Compartilhe: Twitter

No Los Angeles Times, achei uma reportagem sobre o EDAR (sigla para “Everyone Deserves a Roof”, ou “todo mundo merece um teto”). É uma invenção de Peter Samuelson (na foto) que está mudando a vida de muitos sem-teto dos Estados Unidos. Ao invés de dormirem debaixo de caixas de papelão ou de jornais, usam essa espécie de barraca. Vale a pena conhecer. Alguma empresa brasileira poderia patrocinar a importação desse item. Na foto abaixo, um EDAR sendo usado:

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sociedade Tags:
09/12/2008 - 06:50

Nos EUA, mulheres estão bebendo mais

Compartilhe: Twitter

Uma reportagem que saiu na mais recente edição da New York diz mais ou menos o seguinte: “Cada vez mais mulheres estão bebendo e as mulheres que bebem estão bebendo cada vez mais”. É o espírito do tempo. Não sei se é um fenômeno reconhecível aqui no Brasil, mas é uma pauta que poderia ser investigada.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sociedade Tags:
28/11/2008 - 06:25

Na academia e no trabalho (ao mesmo tempo)

Compartilhe: Twitter

A revista Time que chega hoje às bancas fez uma matéria sobre uma aparelho estranho: um estação de trabalho que vem acoplada com uma esteira de academia. Como diz a repórter (ironicamente, claro), com essa máquina podemos fazer, ao mesmo tempo, duas coisas que não gostamos: trabalhar e se exercitar. Neste vídeo dá para entender como o treco funciona.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sociedade, Tecnologia Tags: ,
26/11/2008 - 06:15

O gigolô suíço

Compartilhe: Twitter

A história do gigolô que seduziu a mulher mais rica da Alemanha daria um bom filme, acho. Foi publicada pelo Times de Londres.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sociedade Tags: ,
25/11/2008 - 07:17

Seu escritório tem um bom Porn Shui?

Compartilhe: Twitter

A Piauí finalmente liberou na web o texto “Pelada no palco“, de Diablo Cody. Vale a pena. São as “memórias” da roteirista de Juno, que conta como foi a experiência de participar da noite amadora num clube de strip-tease. “Eu nunca havia andado de moto nem feito aborto, terminara a faculdade em oito semestres certinhos e jamais roubara batom numa loja bacana. Eu era um saco, queridos. Podia sentir meu fogo apagando. Minha crise dos 25 anos pesou no estômago como um cheeseburger duplo. Essa é uma das razões para ter me dedicado ao strip-tease”, escreve. Foi com esse texto de Cody que aprendi a expressão “porn shui”, no seguinte contexto:

“Eu até gostava da agência de publicidade. Alguns dos benefícios de se trabalhar lá eram: grande variedade de chás normais e descafeinados, incluindo os sabores maçã e chá preto com laranja; conexão de internet de primeira, rápida como um coelho; um excelente Porn Shui.”

Um “excelente porn shui” significa que você pode navegar no trabalho por conteúdos pornográficos sem que ninguém perceba. É isso.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, sexo, sociedade Tags: ,
21/11/2008 - 06:11

3.994 flexões de coluna

Compartilhe: Twitter

Uma boa sugestão de pauta que eu peguei no blog do Rogério Pacheco Jordão: “Não deve haver trabalho mais árduo do que o do cortador de cana. Pesquisadores da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) filmaram o trabalho destes cortadores e contaram, em computador, 3.994 flexões de coluna e 3.792 golpes de podão ao longo de uma jornada de 8 horas; o cidadão chega a carregar 11 toneladas por dia. Como cerca de 75% do corte de cana no Brasil é manual (por conta do tipo de terreno), supõe-se que é nessa base que nos tornaremos campeões mundiais de exportação de etanol…Para quem quer saber mais sobre este estudo da UNIMEP, o pesquisador é o Erivelton Fontana de Laat, no e-mail: eriveltonlaat@bol.com.br”.

Autor: - Categoria(s): negócios, sociedade Tags:
18/11/2008 - 07:01

Questões familiares: “A busca do filho”

Compartilhe: Twitter

Para quem ainda não leu: a Piauí finalmente disponibilizou em seu site a reportagem “A busca do filho“, de Dorrit Harazim, sobre a disputa por um garoto cuja mãe morreu. Imperdível. Um trecho:

“(…) Ao reter o menor no Brasil sem autorização do cônjuge, Bruna violou um tratado internacional do qual o Brasil, os Estados Unidos e 79 outros países são signatários. A Convenção sobre os Aspectos Civis do Seqüestro Internacional de Crianças, assinada na cidade de Haia, na Holanda, em 1980, fora aprovada pelo Congresso brasileiro, em 1999, e promulgada pelo Decreto nº 3.413 de 14 de abril do ano seguinte.

Como no idioma falado no Brasil a palavra ‘seqüestro’ é fatalmente associada ao banditismo e à violência física, uma tradução mais apropriada ao termo inglês child abduction, de que trata a Convenção, talvez pudesse ser ‘transferência de país e retenção ilícita de crianças’. Em boa parte dos casos esse tipo de seqüestro é praticado por um genitor, que tira a criança da companhia do outro, viaja e a retém em outro país.

Pela Convenção Internacional, o país signatário para onde a criança foi levada se compromete a agir para providenciar o seu imediato retorno. O tratado reza também que, depois da devolução do menor ao seu Estado de residência habitual, as partes litigantes podem brigar à vontade pela sua guarda. Mas, mesmo assim, somente no foro competente: no caso, em Nova Jersey.

Como todo tratado, também o de Haia contempla exceções e propicia interpretações discordantes. E é nesses meandros que advogados e juristas agem.(…)”

Na foto, David Goldman, pai do garoto.

Autor: - Categoria(s): Jornalismo, sociedade Tags:
14/11/2008 - 05:50

Soldado é preso por bocejar

Compartilhe: Twitter

Coloco aqui pelo caráter inusitado da notícia: soldado israelense foi condenado a 21 dias de prisão por bocejar durante uma cerimônia oficial, enquanto o comandante discursava. Se a moda pega, estamos ferrados. Via Haaretz.com. De qualquer forma, é sempre bom lembrar que bocejar “refresca o cérebro”, como diz esta matéria publicada pelo New York Times.

Autor: - Categoria(s): Comportamento, curiosidades, sociedade Tags:
11/11/2008 - 07:20

Uma coleção de cartuns britânicos

Compartilhe: Twitter

Quem gosta de cartuns pode se interessar em dar uma boa olhada no The British Cartoon Archive. Clique em “Search the catalogue” e aproveite. Acima, trabalho de David Low publicado em data desconhecida.

Autor: - Categoria(s): cartum, cultura, sociedade Tags:
Voltar ao topo