Publicidade

Publicidade
31/01/2008 - 01:20

Compartilhe: Twitter

Circular: “(…) para que o jornalista consiga cativar o leitor com algo surpreendente, mesmo quando lhe cabe escrever sobre um buraco de rua em frente à padaria do português, ele precisa primeiro ‘amolecer a notícia’, como se faz com o feijão, quando se deixa de molho na água. Para ter prazer em escrever, ele precisa sentir no fato um certo grau de plasticidade, como o ficcionista em relação às histórias que inventa. Mesmo um buraco de rua pode não ser um que, mas um como. Em cada legenda de foto, nos é dado escolher entre o positivismo e o jazz.” (Renato Modernell)

Autor: - Categoria(s): circular Tags:

Ver todas as notas

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo